Dissídio Coletivo dos rodoviários do Rio de Janeiro 2016

O presente artigo tem o proposito de informar a importância do Dissídio coletivo na categoria rodoviária do Estado do Rio de Janeiro.

Explicando de forma sucinta o que é dissídio como se configura a diferença entre dissídio coletivo e dissídio individual, abordando o acordo do dissídio rodoviário destacando os reajustes salariais de 2016-2019.

Outro ponto importante a ser destacado, é como é feito o cálculo dos reajuste se pisos salariais dos motoristas.

Finalizando com a importância do Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro-RJ para essa classe trabalhadora que todos os dias“matar um leão por dia”, para levar o “pão de cada dia”para família de forma íntegra e honesta, onde no final do mês a recompensa pelas horas trabalhadas não recompensa.

Confira o que vem por aí hoje:

Gostou do que você verá por aqui hoje? Então não esqueça de se cadastrar em nossa lista de acompanhantes do site para não perder nada do que publicarmos.

Cadastre-se, é de graça e você ainda recebe todo o conteúdo com exclusividade!

O que é Dissídio

O dissídio é um termo usado pelas diretrizes da lei, para determinar os direitos desacordados entre o trabalhador e o empregador.

Em outros termos, seria um meio de reivindicação de direitos sobre aumento salarial de forma coletiva.

Porém, é preciso ter conhecimento de seus direitos e deveres.

Conforme os artigos 643/763 da Consolidação das Leis do Trabalho –CLT e artigo 114 da Constituição Federal cabe à Justiça do Trabalho processar e julgar dissídios de ações trabalhistas seja de modo individual ou coletivo. (MARTINS;45/2004).

Mas, qual seria a diferença entre dissídio coletivo e dissídio individual?

Não é difícil descobrir, porque os nomes já dizem tudo. O dissídio individual, diz respeito a ações de uma só pessoa, -trabalhador e empregador.

O dissídio coletivo refere-se aos interesses de toda uma categoria profissional ou de empregadores.

Os personagens envolvidos para a reivindicação seria os sindicatos trabalhistas e patronais.Os dissídios coletivos ocorrem em cinco áreas–econômico, judiciário, originário, revisão e declaração.

Em relação aos dissídios rodoviários geralmente ocorre quando ambas as partes (motorista e patrão) não estão de acordo com possíveis ajustes salariais e outros benefícios trabalhistas.

Acordo do Dissídio Rodoviário

O dissídio coletivo nada mais é,que um acordo entre as partes (patrão-empregado), referente a ajustes salariais cujas partes discutem propostas viáveis para ambos dentro dos termos legais.

Os dissídios coletivos são realizados em seções especializadas (SEDIC) do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RJ).

São discutidos valores percentuais sobre pagamentos retroativos de salários, valor do vale refeição e claro do piso salarial.

A Convenção Coletiva de Trabalho sobre os salários dos motoristas do Rio de Janeiro foram validadas em 01 de junho de 2016 sob o percentual de 10%cujo acordo, segue até 01 de junho de 2017.

O resultado desse reajuste segue detalhado na tabela abaixo.

Em 2017, o reajuste dos condutores de veículos rodoviários e trabalhadores em transportes urbanos de passageiros reduziram para 8%.

Como é feito o cálculo dos reajustes e pisos salariais dos motoristas

O calculo desse ajuste é feito através do resultado do levantamento de 27062 salários em admissões de empresas rodoviárias de todo o Brasil, além de dissídios, convenções e acordos coletivos da categoria em sindicatos nacionais ou regionais de Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários que foram registrados no sistema Mediador da Secretaria da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, que registra os instrumentos coletivos.

Em 2019 O salário de Motorista de Ônibus Rodoviário no Rio de Janeiro foi calculado por uma amostragem de 2143 salários de profissionais contratados e envolvido sem convenção coletiva, acordo coletivo ou dissídio de Motorista de Ônibus Rodoviário em todo o estado.

Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro-RJ

Os Motoristas urbanos metropolitanos e rodoviários pertencem ao mesmo sindicato.

Os trabalhadores rodoviários prestam seus serviços em empresas de ônibus no estado do Rio de Janeiro.

O sindicato surgiu com o intuito de defender os interesses da categoria. O sindicato busca de forma legal a melhoria das condições de trabalho.

O sindicato é o único canal de comunicação da diretoria para com o trabalhador rodoviário e metropolitano.

O SINTRATURB-RIO que seria o Sindicato dos Motoristas e cobradores de ônibus do Rio de Janeiro, nesse ano de 2019,pediram um reajuste de 5%mais uma cesta básica no valor de 400 reais, plano de saúde para funcionários que não tem a cobertura por lei.

O presidente do sindicato vem lutando junto com os funcionários da categoria uma maneira de não perder essas reivindicações.

Deixando assegurado o direito dos motoristas rodoviários do RJ.

Até o presente momento, essas propostas não foram asseguradas, vale salientar que o SINTRATURB-RIO é um dos poucos sindicatos que tem garantido os direitos desses trabalhadores.

Não esqueça de se cadastrar em nossa lista de acompanhantes do site para ficar sempre por dentro das nossas novidades!

Por hoje é isso,até a próxima.


Este artigo foi desenvolvido por:

Fonte(s):

https://extra.globo.com/noticias/economia/rodoviarios-empresas-de-onibus-do-rio-fecham-convencao-coletiva-com-reajuste-de-7-2296017

https://www.folhape.com.br/noticias/noticias/mobilidade/2017/07/05/NWS,33431,70,660,NOTICIAS,2190-TRT-DEFINE-REAJUSTE-PARA-RODOVIARIOS-GREVE-ACABA-MEIA-NOITE.aspx

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/06/rodoviarios-do-rio-receberao-reajuste-salarial-de-10.html

https://www.pisosalarial.com.br/salarios/piso-salarial-motoristas/

https://dissidio.com.br/salario/cbo-782405/motorista-de-onibus-rodoviario/


https://sintraturb-rio.org.br/noticias/sindicato-dos-motoristas-e-cobradores-de-onibus-do-rio-querem-aumento-real-de-5/

https://www.sbcoaching.com.br/blog/negocios/dissidio/

MARTINS, Ives Gandra. Processo Coletivo do Trabalho. Editora, LTR –2009.

https://www.sbcoaching.com.br/blog/negocios/dissidio/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?